SOCIAL | 03 de Agosto 2021 | Júlia Duvoisin

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

Creche busca apoio do Projeto Cidades Invisíveis para renovar espaço

O CEI Mundo Mágico foi construído pela Caixa Econômica Federal, com o objetivo de oferecer cursos profissionalizantes aos moradores do bairro Frei Damião. Logo depois de sua inauguração, em outubro de 2015, a unidade CEI Mundo Mágico – Unidade Educativa Infantil surgiu para atender a população mais jovem da comunidade. Atualmente, a creche atende cerca de 186 crianças de 2 a 5 anos de idade.

Foto por: @Coraa_fotografia

Em abril deste ano, Kênia, diretora geral da unidade, e Renata, adjunta, assumiram um novo desafio: arquitetar uma nova base, com um olhar pedagógico diferente, voltado à empatia, respeito, amor e responsabilidade coletiva.

“ O nosso coração pulsa pelas crianças, temos o objetivo de sermos vetores no amor e na humanização da constituição de seus saberes. Sempre oferecendo um olhar sensível para todo tecido social desta comunidade."

A Diretora conheceu o Projeto Cidades Invisíveis por meio da Escola Básica Frei Damião, onde uma intervenção artística foi realizada na sala em que lecionava. Naquele momento, percebeu que o Projeto ultrapassava barreiras e que de fato, o intuito era trazer vivências que incentivassem e potencializassem a criança e o adolescente dentro de suas singularidades. Kenia relata que a mobilidade de cada ato prestado pelo Cidades era viva e pulsava colaboração com foco total e basilar em empoderar cada jovem.

Foto por: @Coraa_fotografia

Uma das ações para mudar o espaço seria a revitalização dos muros da escola por meio da arte. Com as ideias alinhadas, Kenia buscou o Cidades Invisíveis para dar vida ao projeto. A partir deste momento, o CI´s entrou em ação, colocando a mão na massa para transformar o espaço em um local de inspiração. Com a ajuda dos artistas @eduaipmo @elmofas @noiabing e @matias.duz, da comunidade local, e com o apoio do Grupo Pedra Branca, esta bela parceria foi realizada nos dias 23 e 24 de julho.

Para Kênia a colaboração foi um sucesso, e as artes, marcadas nas paredes do Brejaru, irão marcar a maneira como as crianças enxergam o mundo: 

"A arte e a cultura são reveladoras e transformadoras na vida das crianças e, consequentemente, dos familiares. É mágico como o olhar muda e o sorriso floresce quando eles acompanham o processo da arte. É engajamento puro, demonstra a liberdade de agir. Foi ótimo, o Projeto Cidades Invisíveis transforma relações frágeis em inteligências múltiplas deixando livre para o ser humano compreender a sua descoberta”.

Cada arte estampada nos muros, é uma reflexão sobre o cuidado com o outro e, deixa visível a luta constante das profissionais da creche, não só com o espaço, mas principalmente, com todas as pessoas que ali vivem.

Júlia Duvoisin

Estudante Jornalismo da Universidade Federal de Santa Catarina. Redatora do Projeto Cidades Invisíveis

Fique sempre por dentro!

Gostaria de receber nossa newsletter atualizada com todas as atualizações do que está acontecendo no projeto?
Basta colocar o e-mail abaixo e assinar!

Deixe um comentário