Moda com propósito

Tudo surgiu diante de uma visita de Samuel Schmidt, fotógrafo e advogado, em comunidades carentes de Florianópolis, no ano de 2012. A partir desse momento tudo mudou. Ele conheceu algo diferente da sua realidade, descobriu o verdadeiro sentido da privação da liberdade. Liberdade no sentido amplo. De comer, ter acesso à saúde, brincar com segurança, acesso ao trabalho rentável, à educação eficaz.

“As cidades que não enxergamos ou que temos dificuldades para crer que existam tão perto da gente mas era pouco, não bastava testemunhar a pobreza. Queria fazer mais.” 

Ele pediu para que um amigo de Florianópolis, o artista Danka Umbert, fizesse uma releitura de uma fotografia de um menino da comunidade, envergonhado, olhando-o à espreita por uma cerca. A ideia era simples: estampar em camisetas a arte e comercializar para arrecadar dinheiro e ajudar a família daquela criança.

Comprando os produtos do Cidades Invisíveis, você estará ajudando diretamente os nossos projetos sociais.